Enluarada y Encantada

 

VOCÊ SABIA QUE A LUA
AINDA NÃO FOI VISITADA?
QUE HÁ SEMPRE UMA LUA NOVA
DENTRO DA OUTRA, E ENCANTADA?

É LÁ QUE VIVEM AS GRAÇAS
QUE NESTA QUADRA DO ANO
A GENTE SONHA E DESEJA
A TODO O GÊNERO HUMANO.

MAS A LUA, PREGUIÇOSA,
NEM SEMPRE ATENDE À PEDIDA?
A GENTE SONHA ASSIM MESMO,
ATÉ MELHORAR A VIDA.

 

A língua girava no céu da boca. Girava! Eram duas bocas, no céu único.

O sexo desprendera-se de sua fundação, errante imprimia-nos seus traços de cobre. Eu, ela, elaeu.

Os dois nos movíamos possuídos, trespassados, eleu. A posse não resultava de ação e doação, nem nos somava. Consumia-nos em piscina de aniquilamento. Soltos, fálus e vulva no espaço cristalino, vulva e fálus em fogo, em núpcia, emancipados de nós.

A custo nossos corpos, içados do gelatinoso jazigo, se restituíram à consciência. O sexo reintegrou-se. A vida repontou: a vida menor.

Extraído do livro "O amor natural", Editora Record – RJ, 1992, pág. 29.


Carlos Drummond de Andrade

Minas Gerais/Brasil 

1902/1987

Anuncios

Acerca de pacha creaciones nómadas

Una mujer y otras tantas más, artesana, madre, abuela, licenciada en letras y literatura española, una libertaria feminista en permanente revolución...
Esta entrada fue publicada en arte, cultura y lazer. Guarda el enlace permanente.

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s