Archivo mensual: enero 2006

Sem Forma Revolucionária Não há Arte Revolucionária

O AMOR   Um dia, quem sabe, Ela que também gostava de bichos, apareça numa alameda do zoo,  sorridente, tal como agora está no retrato sobre a mesa. Ela é tão bela, que por certo, hão de ressuscitá-la Vosso Trigésimo … Seguir leyendo

Publicado en Uncategorized | Deja un comentario

Rua dos Cataventos

A CANÇÃO DA VIDA A vida é loucaa vida é uma sarabandaé um corrupio…A vida múltipla dá-se as mãos como um bandode raparigas em flore está cantandoem torno a ti:Como eu sou belaamor!Entra em mim, como em uma telade Renoirenquanto … Seguir leyendo

Publicado en Uncategorized | Deja un comentario

Tenho Apenas Duas Mãos e o Sentimento do Mundo

Canção Amiga Eu preparo uma cançãoem que minha mãe se reconheça,todas as mães se reconheçam,e que fale como dois olhos. Caminho por uma ruaque passa em muitos países.Se não me vêem, eu vejoe saúdo velhos amigos. Eu distribuo um segredocomo … Seguir leyendo

Publicado en Uncategorized | Deja un comentario

Poema dos Becos de Goiás e Estórias Mais

  POEMINHA AMOROSO Este é um poema de amor tão meigo, tão terno, tão teu… É uma oferenda aos teus momentos de luta e de brisa e de céu… E eu, quero te servir a poesia numa concha azul do … Seguir leyendo

Publicado en Uncategorized | Deja un comentario

Alguns Poemas Que Brotaram

Foolices   O dia amanhece como um poeta buscando rimasComo um escafandrista catando pistas no fundo do mar.Amanhece um pouco além da cortinaEntre a curva da embriaguezE o comprimido de aspirina.   Eclipse Você surgiu como um fenômeno meteorológicoComo um … Seguir leyendo

Publicado en Uncategorized | Deja un comentario

Trechos

Poemas de Fadas   Inventar moda no irremediável. Sair da essência nua coitada. Vestir o oco de alegres vestes. Ir e gritar até o silêncio. Poder mentir pro bem do oco. dançar no escuro da rua quieta. Sabe mostrar o … Seguir leyendo

Publicado en Uncategorized | Deja un comentario

Ando Meio Desligada

Na verdade, Poderia estar bem na vida, Não fosse dar passos Maiores que as pernas. Satisfazendo erroneamente A ilusão Dia-dia, Junto às crianças, Começa a organizar Impor limites é primordial, Para transformar Vícios de comportamento, Adquiridos para mascarar Carências abstratas, … Seguir leyendo

Publicado en Uncategorized | Deja un comentario